Nota de Repúdio aos PLs que autorizam uso de arma de fogo por socioeducadores no DEGASE

 

O Comitê Estadual para Prevenção e Combate à Tortura do Rio de Janeiro e o Mecanismo Estadual de Prevenção e Combate à Tortura do Rio de Janeiro assinaram, em 10 de dezembro de 2017 (Dia Internacional dos Direitos Humanos), nota conjunta contrária à propostas legislativas que visam autorizar o uso de armamento por socioeducadores que atuam nas unidades do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (DEGASE) vinculado à Secretaria de Estado de Educação.

A nota será entregue às Comissões Temáticas e às lideranças na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, à qual ambos os órgãos são vinculados.

Veja a íntegra da nota no link:

Nota CEPCT e MEPCT PL uso de armas DEGASE 2017 12 11.docx

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *